Notícias
30/10/2018

Zona Azul de Barueri volta a ser fiscalizada

Serviço esteve suspenso no município por cinco meses devido a trâmites de licitação

As vagas de estacionamento rotativo de Barueri, popularmente chamada de Zona Azul, voltaram a funcionar na última semana. O serviço estava inativo no município há aproximadamente cinco meses, desde junho.

De acordo com o Departamento Municipal de Trânsito da cidade (Demutran), a suspensão do serviço ocorreu devido a trâmites de licitação para a implantação da Zona Azul, com sistema APP e Parquímetro, que não foi concluído no mês de maio. Os lotes de talões existentes foram finalizados, impossibilitando a cobrança e, por conseguinte a fiscalização. 

Uma nova licitação foi aberta para que o município adquirisse novos talões, a qual teve contrato firmado no dia 13 de setembro. Durante o período de transição, as cabines que fornecem a Zona Azul foram informadas de que a cobrança estava inativa.

Para que os motoristas não fossem surpreendidos com a retomada da fiscalização, faixas indicativas foram inseridas nas mesmas cabines orientando acerca da disponibilidade dos talões. Agentes de trânsito também comunicaram os condutores nos bolsões de estacionamento sobre a volta do serviço.

Vagas

Segundo a administração da cidade, há em Alphaville 431 vagas de estacionamento rotativos, sendo que 311 estão localizadas na Alameda Madeira e 120 na Alameda Cauaxi. O valor dos talões custa R$ 2 por hora onde os veículos podem ficar estacionados por até 2 horas (1 hora um cartão; 2 horas dois cartões). 

A multa para quem estacionar sem o cartão é de R$195,23, além de 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Somente neste ano, 1.261 motoristas foram penalizados na cidade por estacionar irregularmente em áreas de Zona Azul.

No ano passado, o número de multas aplicadas aos condutores que cometeram esta irregularidade foi de 3.267.


Fonte: Folha de Alphaville